quarta-feira, 28 de maio de 2014




   SESSÃO DA CÂMARA  QUE  A POPULAÇÃO CONSIDEROU UMA VERGONHA.

Na sessão ordinária, realizada dia 20 de maio, o presidente da casa legislativa Raimundo Ronilson mais conhecido por (Preto do Satiro ), usando do Regimento Interno da casa, resolveu destituir do cargo do vereador  Francildo Pacheco (CILDO), pelo motivo que o edil  teve  13 faltas no ano de 2013.
Para a população acostumada a ver em várias sessões a falta constante de vereadores e  pelo número insuficiente de vereadores em sessões,muitas  das vezes por falta de quórum não são realizadas as sessões e na história nunca se viu um vereador ser punido com destituição da vaga de vereador.
Na sessão realizada no ultimo dia 27 de maio 2014, vários vereadores se pronunciaram e solicitando apoio para a fiscalização da licitação que acontecerá dia 03 junho no prédio da prefeitura Municipal de Aveiro.
O presidente da casa senhor Raimundo Ronilson, em seu discurso bastante chateado que cometeu um grande erro ao deixar uma folha de cheque assinada e em branco o valor ,com o seu amigo que é propietario de Armazem ALFA em Santarem,haja vista fazer compras para a Camara naquele estabelecimento,e que esse proprietário também  dono do Armazem ALFA é amigo particular do prefeito Fuzica ,que de maneira irresponsavel,ficou de posse deste cheque em branco,..Ele preencheu o cheque com o valor desessenta mil reais, que é o valor do repasse da prefeitura para a  câmara,,em seguida fez o deposito no valor do repasse da câmara, e  sacou o valor total dos valores que são repassados pelo prefeito a câmara de vereadores e que o mesmo tem prova de tudo oque está falando.
O presidente explicou que foi fazer compras para a Camara,no mesmo Armazém que é fornecedor para a prefeitura e ele achou que deveria comprar naquele armazém ,haja vista ser de grande porte,ele disse que deixou o cheque em branco o valor, para garantir as compras da Casa de Leis , que seria no valor de R$ de 2.000,00 (dois mil reais).
Com isso, deixou os vereadores sem receber seus vencimentos e os funcionários também sem receber o mês de maio. Segundo  e presidente da câmara ele tem em mãos gravações que mostra a irresponsabilidade do Fuzica, Questionando que o prefeito não podia fazer aquilo ,usando de má fé contra o presidente. Ronilson disse que não ficará assim, o prefeito jogando os vereadores de encontro os outros edis.
O líder do governo na casa PAULO HENRIQUE, disse  para o presidente Raimundo Ronilson, que o prefeito tinha intenção de sentar com presidente e resolver essa situação e que repassaria o valor se o presidente fizesse” Ele renunciasse ao cargo de vereador ou revogasse a destituição do vereador Cildo  que faz parte do grupo do prefeito. Mais, que  poderia ser contornado caso, o presidente da casa aceite as propostas do grupo do prefeito.
Hoje tivemos a posse do substituto de Cildo o  vereador Ulisses José, ex- secretário de Agricultura na gestão Ranilson do Prado, e que era suplente de vereador.
Da redação: Nunca se viu tanto descaramento,falta de respeito com o povo de Aveiro mais exclarecidos e que em público sendo transmitido pela Rádio Comercial Regional FM, vereador se expunha a dizer que o grupo do prefeito não aceita a destituição de Francildo Pacheco e que o presidente da casa tinha que reaver a sua decisão com seu colega.
Disse o líder de governo” o prefeito tem boa vontade de sentar com vossa excelência para resolver des de que você revogue a portaria e retorne Cildo para cargo de vereador e é uma das proposta para que ele pague o valor do repasse da câmara
. A outra seria você presidente renunciar seu mandato de presidente e vereador”.
Meus amigos, chantagear não é crime previsto em lei? O que será que o prefeito e seu grupo  está cometendo ? A onde está a nossa justiça ? Foi destituído do cargo o Francildo Pacheco, ele por pertencer o grupo fiel do prefeito o gestor saiu em defesa por que o mesmo tem que escapar da CPI e das denuncias que estão sendo detonada contra o prefeito. Amanhã ou na outra terça-feira, queira Deus, que o presidente da casa por estar argolados em dividas aceite a proposta de retorne Cildo ao cargo de vereador e o que assumiu na última terça-feira volte a ser novamente suplente de vereador.


quarta-feira, 21 de maio de 2014

ROUPA SUJA QUEM TEM PRA LAVAR ?




Existe um proverbio que muitos dizem , que’’ no município de Aveiro tem uma cabeça de burro enterrada’’, Isso não passa de mito, pois, acreditamos que no município de Aveiro existem muitos politiqueiros inteligentes. Quer uma saber a verdade, todos os prefeitos que adentram nessa prefeitura sempre saem pobres e sem nada. Mas procure investigar que as coisas estão em nome de’’ laranjas’’.
O povo e a imprensa séria, da qual nós  fazemos parte não pode ficar do lado da impunidade, fingindo a troco de migalhas,vendo meia dúzias de aproveitadores do dinheiro público permitir mais um prefeito cometer desmando e irregularidades no poder executivo sem que seja  punido ao rigor da lei.
O que iremos mostrar neste blog que é feito com responsabilidade, documentos que provam que aqueles vereadores que hoje, alguns dos vereadores seguem a mesma doutrina de defender irregularidades e que são conhecedores da veracidade dos fatos que as denuncias tem procedências com a verdade.
Ainda  lembram da venda de madeiras que veio a tona nesse governo  quando o ex-secretário de Meio Ambiente João Batista de Paiva, réu confesso disse que  vendeu as madeiras doadas pelo IBAMA e que o gestor municipal tinha conhecimento dos fatos e fez de tudo para que o caso abafasse ?

Os vereadores:  Antônio Paulo, Gilmar Lira, Ulisses Franco este pode mudar sua opinião, e Preto do Satiro ,estiveram na Madeireira Padroeira que fica as margens direita do rio mojú, onde estes vereadores ouviram, colheram depoimentos, papeis com mais de 106 paginas um verdadeiro dossiê que provam as irregularidades. Nunca é tarde para  tomar as devidas providencias que há muito tempo deveriam  ter tomado . Aqui iremos mostrar apenas a parte final do contrato de venda da madeira.
As denuncias de irregularidades continuam, e é de conhecimento do gestor dos vereadores que defendem  e fingem que nada sabem ou que podem alegar que não tenham conhecimento. Mais  como todos dizem :”Em AVEIRO” , nada acontece cometer esse tipo de crime, não tem punição. Dessa forma mais denuncias surgem e é notório ouvir do acusado dizer reportagem  que não tem nada para temer e que perseguição politica como todos os “cabeça de burro”  dizem.
Como é que o Prefeito Olinaldo Barbosa tem tanta segurança deque todas às denuncias ficarão na impunidade. Mais confiando em seus defensores na casa  os que ao defender de uma abertura de uma CPI, estão confirmando que é comprovado que os vereadores: Rubemir Pereira dos Santos, Vânia Feliz, Francildo, Paulo Henrique  Alvorêdo da Cruz, Irany Bechara, que para eles sem nenhuma sombra de dúvida o gestor está sofrendo perseguição politica.
Diante dessas provas e é um dever da imprensa mostrar a realidade dos fatos e as provas enviadas pelo vereador Antônio Paulo, que resolveu reconhecer que atitude e a posição não era a correta compactuando com essa imoralidade. Antonio Paulo enviou as provas e também outra fonte  seguras de dentro do poder que nos enviaram por que não concordam com essas impunidade.
Funcionário da Prefeitura Municipal de Aveiro, cargo de confiança do Prefeito Olinaldo Barbosa, senhor Raimundo Nonato Pereira Chaves que desviava  dinheiro da saúde (FUS)  para conta de laranjas para depois retirar poder usufruir do dinheiro,  e as provas surgem comprovando não somente uma parte das aberrações que  acontece  nesse governo, mais, também o crime previsto em leis.
                                         COMPROVANTES DO BANCO

 Do Redator: Amigos leitores se os vereadores que defendem o prefeito Olinaldo Barbosa com tudo que irão ver, será que haverá alguma duvida? Será que o gestor é inocente ? Sei que nos não podemos julga-los mais quem faz jornalismo com seriadade e compromisso com seus leitores, tem que mostrar a verdade.

Cabe apresentar para o Ministério Público Estadual e que através do promotor de justiça que é um homem serio e que tem demostrado fazer cumprir as leis e defensor dos oprimidos ele faça uma investigação para apurar e se for inocente que absorva das acusações e se os papeis aceitam mentiras que ele seja perdoado e siga sua administração.

ROUPA SUJA, QUEM TEM PRA LAVAR ?
Existe um proverbio que muitos dizem , que’’ no município de Aveiro tem uma cabeça de burro enterrada’’, Isso não passa de mito, pois, acreditamos que no município de Aveiro existem muitos politiqueiros inteligentes. Quer saber a verdade, todos os prefeitos que adentram nessa prefeitura sempre saem pobres e sem nada. Mas procure investigar que as coisas estão em nome de’’ laranjas’’.
O povo e a imprensa séria, da qual nós  fazemos parte não pode ficar do lado da impunidade, fingindo a troco de migalhas, vendo meia dúzias de aproveitadores do dinheiro público permitir mais um prefeito cometer desmando e irregularidades no poder executivo sem que seja  punido ao rigor da lei.
O que iremos mostrar neste blog que é feito com responsabilidade, documentos que provam que aqueles vereadores que hoje, alguns dos vereadores seguem a mesma doutrina de defender irregularidades e que são conhecedores da veracidade dos fatos que as denuncias tem procedências com a verdade.
Ainda  lembram da venda de madeiras que veio a tona nesse governo  quando o ex-secretário de Meio Ambiente João Batista de Paiva, réu confesso disse que  vendeu as madeiras doadas pelo IBAMA e que o gestor municipal tinha conhecimento dos fatos e fez de tudo para que o caso abafasse ?

Os vereadores:  Antônio             Paulo, Gilmar Lira, Ulisses Franco e Preto do Satiro ,estiveram na Madeireira Padroeira que fica as margens direita do rio mojú, onde estes vereadores ouviram, colheram depoimentos, papeis com mais de 106 paginas um verdadeiro dossiê que provam as irregularidades. Nunca é tarde para  tomar as devidas providencias que há muito tempo deveriam  ter tomado . Aqui iremos mostrar apenas a parte final do contrato de venda da madeira.

terça-feira, 13 de maio de 2014





                  NOVELA DA CPI DA CÂMARA DE AVEIRO CAPITULO II  .
Na sessão realizada nesta terça-feira (13) no plenário da Câmara Municipal de Aveiro, teve a presença de oito vereadores, sendo que o único faltoso e sem justificativa foi o vereador Ulisses de Almeida Franco. Na sessão anterior faltaram cinco vereadores e sem justificativa .Na sessão de hoje, talvez por orientação de advogados os mesmos marcaram presença e o que o povo já sabia que iria ouvir da boca dos vereadores marcados, a frase “Sou contra a CPI”
A pauta da sessão foi a criação de uma CPI que iria apurar as denuncias formuladas naquela casa por um eleitor e em suas denuncias apontam varias irregularidades, como desvio de dinheiro da saúde por um  funcionário público para uma conta de uma mulher conhecida por Gabriela, onde era depositados valores altos e depois era retirado pela laranja Gabriela e repassado para o autor Nonato Chaves,  que dava uma pequena importância para o sinistra ,que ajudou nesse desvio de recursos no município de Aveiro.
A sessão foi marcada por muitas discussões entre tres vereadores considerados hoje oposição aos desmandos do atual prefeito Olinaldo Barbosa da Silva, aonde o vereador Antonio Paulo declarou-se publicamente ser oposição ao prefeito, pois, segundo suas palavras o mesmo andou pedindo a cabeça do seu irmão Sebastião(atua diretor Escola Eduardo Angelim) , também pediu a cabeça do seu filho que é funcionário do Bradesco ,outro sim que ajudou a cassar sua irmã,a ex-prefeita Gorete.
Já o vereador Paulo Henrique, em seu pronunciamento admitiu os erros do atual  prefeito mais que não concorda com a CPI, por que o povo já viu em que deu a briga do ex-prefeito Milanez Pinheiro e Reginaldo Maia, quando o município só perdeu.
Já o vereador Irani Bechara, disse que a decisão foi tomada de não concordar com a CPI, sabiamente pelo mesmo motivo, e que o povo perde muito com CPI e que para reparar o erro do executivo ,primeiramente tem que consertar os erros do legislativo e, ficou chateado com presidente da câmara Ronilson quando o mesmo em sessão anterior disse que Irany não estava preparado para ser um vereador e disse :” O senhor, que a sua esposa é prima legitima da minha esposa; falar o que disse através da rádio, e falou mais , disse que dois cheques sem fundo voltaram para aquela casa e que ele deveria primeiro moralizar sua administração para depois cobrar do prefeito.
Outro vereador a se pronunciar foi o vereador Cildo que falou que recebeu a visita do ex-prefeito Ranilson do Prado, para que ele votasse a favor da CPI, mais ele decidiu por sua família pelos 58 votos que ele conquistou mais agradecia a sua ajuda e que não iria se render a chantagem, quando o ex-prefeito falou para Cildo, que se ele não votasse a favor a CPI o partido cassaria seu mandato. A reposta de Cildo foi a seguinte “  SOU CONTRA A CPI” Parece que todos os vereadores foram doutrinados para falar a mesma frase.
A vereadora Vânia, o álibi que  população que sofreu com a cassação do ex-prefeito Milanez Pinheiro. A vereadora que diz ser cobrada pelo povo, que ela deve ter posição escolheu sair em defesa do atual prefeito Olinaldo Barbosa. A sua opinião ela decidiu votar contra a CPI por não concordar com a denuncia contra o fuzica.
O outro vereador sr. Rubemir Pereira, falou que a população já conhece o caráter dele, quando se trata de CPI, sempre é conselheiro da turma e que nada sabe , na viu e que confia no atual prefeito; mas este mesmo, em outras ocasioes chamava o grande “amigo” de outras coisas, será que tem memória curta o vereador. Também contra CPI.
Bastante atacado por falta de pagar as dividas da casa, dar cheque sem fundo, por não ter responsabilidade de pagar o repasse para o INSS, e por não pagar os consignados dos empréstimos dos vereadores. Preto do Satiro, para encerrar a sessão, falou que apoia atitude do colega Antônio Paulo, que será oposição e que o prefeito procure todos os erros do presidente da casa, por que ele vai a fundo para colocar todas as falcatruas para fora.
Satiro, falou para o vereador Cildo que ele fosse homem e dissesse o por que ele não votou a favor da CPI, que ele não era homem suficiente para dizer o motivo dele ter votado contra a CPI, pois, ele tem vários filhos pagando pensão alimentícias e que ele Ronilson estava ajudando a pagar essa divida e, em consideração a ele ,o  mesmo não foi preso e que ele deveria reconhecer e disse mais, o dinheiro que ele deixou de pagar o consignado estava na ajuda que ele dava para o vereador Cildo. E que daquele momento para frente suas atitudes seriam outras para moralizar a casa e que fará a condução de seu mandato até o final.