domingo, 27 de novembro de 2011

CÍRIO DE NOSSA SENHORA DA CONCEIÇÃO MOBILIZA OS CATÓLICOS


 Círio de  Nossa Senhora da Conceição


Pe.Odirley Maia e devotos de Maria

As Celebrações da Festividade de Nossa Senhora da Conceição, padroeira do município de Aveiro, esse ano com o lema; ”senhor faça-se em mim segundo a vossa vontade’’, teve seu inicio com celebrações nas quadras no período de23/11 (terça-feira) a 26/11(sexta-feira) e no sábado a transladação da imagem da santa da Igreja Matriz de Nossa Senhora da Conceição até a chegada na igreja do Santíssimo Sacramento  onde pela manhã do dia 27 de novembro de 2011 sobre a coordenação do Pe. Odirley Maia e a equipe de catequista com saída da Igreja do Santíssimo seguindo pelas principais ruas e avenidas da cidade de Aveiro.
Este ano os fieis devotos de Nossa Senhora da Conceição puderam pagar as suas promessas pelas graças alcançadas neste ano que está chegando ao fim. Outra novidade é número de romeiros vindo de outras cidades e também a participação de católicos oriundos do interior e sem contar os católicos da cidade.
 Novidade foi o segundo ano da cobertura da Rádio Comunitária Tropical-FM 87,9 MHZ.  Pe. Ordirley Maia agradeceu a direção da emissora RádCom. Tropical FM por excelente trabalho desenvolvido pela equipe de reportagem acompanhando todo o círio até o final da procissão, e a força foi muito importante,quando ofereceu aos católicos,enfermos, aos idosos as pessoas que não podem se deslocar para acompanhar  o círio da Conceição. Parabéns finalizou  o PE. Ordiley Maia.
As festividades da Padroeira dos aveirenses seguirão de novenas todas as noites, arraial e outras atividades sociais, a festa se se encerra dia 08 de dezembro com procissão e missa de encerramento.
BAIXA E VERGOHA- As pessoas reclamaram muito porque tinha alguns trechos do percurso do círio que se observou quê a maiorias dos fieis tinham que driblar os buracos das ruas. Após o círio as pessoas passaram a comentar o descaso poder público com as ruas de Aveiro.

quinta-feira, 24 de novembro de 2011

VERGONHA ,É MUITO ÓLEO DE PEROBA NESSA CARA.

No  Oeste do Pará, um vereador (a) foi visto tentando trocar um chegue de R$ 15.000,00 (Quinze mil reais) com um determinado agiota, só que o agiota não quis trocar porque essa determinada prefeitura deve mundo e fundos e o agiota não quer trocar gato por lebre.
Imaginem se o informante me desse o nome desse vereador ou da vereadora, com certeza daria para abrir os procedimentos administrativos  contra a prefeita ou o prefeito e o pedido de cassação da ou do vereador (a) que usa a câmara de vereadores para viver de propina. O nosso informante disse que vai ficar de olho e vai dar o nome do famigerado (a). Segundo ele nessa cidade em que legislador foi visto trocando chegue da prefeitura, ele também não quis dá o nome da prefeitura, para não atrapalhar as investigações do Ministério Público Estadual que já está de olho de coruja.

quarta-feira, 23 de novembro de 2011

VEREADORES DA SITUAÇÃO NÃO ESTÃO FALANDO A MESMA LINGUA.


A situação do município de Aveiro, todos conhecem as brigas políticas que acontecem há vários anos, nesse jogo de interesse pelo poder do dinheiro. As pessoas acabam culpando o gestor em sua totalidade enquanto as pessoas que tem seus olhos abertos e ouvidos com boa audição sabem que não é bem assim que funciona o jogo de interesses.
Já outras pessoas conscientes sabem que a culpa tem as suas divisões, os culpados e que tem  maior atribuição se deve aos legisladores que não cumpre as leis e que não respeitar a Lei  Orgânica do Município de Aveiro. Os verdadeiro  papel dos vereadores é  fiscalizar. Portanto, essa é a minha opinião, que se hoje, tivesse punição para o prefeito, com certeza a pena maior caberiam aos vereadores desse município.
Na sessão realizada no salão da câmara, a maioria dos vereadores defende em tese “o gestor municipal”, a onde a base aliada ao grupo, procura defender o gestor sem argumentos que faça as pessoas entender a linguagem desses vereadores, que tenta se explicar, mais nem as palavras técnicas chegam a convencer o povo.
Com a palavra o vereador Aloizio Flávio de Sousa, que pediu explicações dos vereadores das bases, ele queria saber  porquê o prefeito não depositou na Caixa Econômica os valores dos empréstimos consignados dos funcionários públicos municipais, que hoje estão com empréstimos consignados junto à caixa econômica. “Vejam bem, a maioria dos vereadores não tinham conhecimento desse absurdo que a prefeitura cometeu com os funcionários. Já as pessoas lesadas sabem que somente eles não sabiam. Mas o vereador Aloizio disse” Vou te contar é uma pena um legislador do Aldo da situação não ter conhecimento do que se passa dentro de uma administração”.
  Vereador Aloizio, falou na sessão que a atual administração deve vários comerciantes de vários lugares, Aveiro-(sede), Itaituba, Fordlândia e outros lugares. Isso é feio para a administração quando ele não paga o comerciante ele quebra o comercio e  quem  vende  precisa receber.    
VEREADORA MARIA DA FÉ PEDE UNIÃO DOS VEREADORES.
Na sessão realizada ontem dia 22/11/11, a vereadora pediu aos colegas vereadores, que não era hora de culpar ninguém, é hora de todos se unirem e pedir explicações do gerente  da caixa para saber o porque eles colocarão o nome dos funcionários no SERESA E SPC . Esse é um momento de união e não de sacrificar o prefeito.
OPINIÃO DO REDATOR- Vereadores, enquanto procuraram esconder a verdade e o repórter descobre as verdades. Vejam, quando descobrir a falsa medica nenhum vereador procurou buscar as provas para comprovar a veracidade dos fatos,fatos que este repórter tinha em mãos e somente um mês depois quem nós procurou foi vereador Aloizio que pediu as provas e mostramos a realidade dos fatos. As providencias ninguém tomou porque todos temem a realidade e que os vereadores me perdoem mais naquele momento deveria abrir sindicância para apurar o verdadeiro culpado e não querer esconder a verdade,enquanto não se pune os fatos errados continuam surgindo.

quinta-feira, 17 de novembro de 2011

TIM DOS DIAS SEM COBERTURA DE CELULAR EM AVEIRO



TODOS SEM SERVIÇO É UMA PENA QUE TUDO ACONTECE SÓ EM AVEIRO.
Dois dias que os usuários da telefonia celular TIM, estão com seus telefones sem serviço, se não bastasse várias reclamações que ouvimos todos os dias, com relação a créditos inseridos e que desaparecem como uma varinha de condão.
Se não bastasse a rede ficar fora de área da TIM, as vezes segundo informações dos próprios atendentes, ate congelar os créditos chega acontecer isso. Só que a empresa não está nem ai com os clientes, o que é interessante é que os clientes coloquem créditos, que é para empresa faturar.
A população pede para os responsáveis da TIM e a quem ler essa noticia nesse blog que possam dar uma resposta a sociedade aveirense,chega de fazer o que querem com este povo. Eles merecem respeito,não porque pagam seus crditos mais porque precisam da telefonia celular,mesmo pagando um real a mais as pessoas são obrigadas a comprar os créditos.

quarta-feira, 16 de novembro de 2011

Vereador convoca mutirão pra fazer serviço da Celpa

Cansado de conviver com a falta de energia  que vem ocorrendo na região da rodovia transfordlândia (local onde reside) e com  a inércia da concessionária rede Celpa, o vereador Aloizio Flávio de Souza do PSB e os moradores das comunidades Girassol e São Raimundo resolveram agir por conta própria e no início do mês de novembro   promoveram um verdadeiro mutirão de limpeza debaixo da rede elétrica.  Segundo o vereador um dos principais motivos da descontinuidade  de energia na região é a falta de manutenção nas faixas ou seja, a falta de  limpeza e corte das árvores (que é de responsabilidade da Celpa)  que em contato com a rede elétrica provocam curto circuito que resultam na interrupção da energia. Preocupados com o período chuvoso que se aproxima, mais de 30 moradores aderiram ao chamado do vereador Aloizio e partiram para o serviço braçal  do roço  de mais de 25 km na vicinal em que residem.
 Aloizio diz ter consciência  de que este trabalho não é obrigação da comunidade realizar e sim da concessionária que alega não ter pessoal suficiente para tal.  O Vereador falou, ainda, que já solicitou diversas vezes para que o presidente da câmara municipal convoque o superintendente da rede Celpa para uma audiência no município,  pediu, também,  pessoalmente ao prefeito  de Aveiro que fizesse uma visita a superintendência da concessionária em Santarém para resolver de vez os problemas sérios que vem assolando a população Aveirense como a interrupção dos serviços,   a falta de uma equipe técnica e um posto de atendimento na Vila de Fordlândia, as altas tarifas praticadas e a impontualidade na entrega das contas telefônicas aos usuários.  Municípios visinhos como é o caso do Trairão, obtiveram êxito em reunião com a Celpa, onde o prefeito Danilo exigiu providências e foi prontamente atendido informou o Vereador. Infelizmente as autoridades de Aveiro  não estão preocupadas com os problemas da população.  
O vereador participou também de um novo mutirão com a mesma finalidade para limpeza da estrada da transfordlândia, entre o trecho da 1ª vicinal até a Vila de Fordlândia no último dia 05 de novembro, desta vez com a participação de empregados da prefeitura de Aveiro e também de agricultores locais. Parabéns aos guerreiros da região de Fordlândia e da transfordlândia.

Vereador Aloizio cobra do prefeito a recuperação da estrada transfordlândia.
O Vereador Aloizio Flávio de Souza do PSB apresentou em xx/xx/xxx um requerimento (nº 006/2011) solicitando a recuperação da estrada transfordlândia. De acordo com parlamentar, a  estrada é uma das mais importantes do município de Aveiro, que interliga o segundo maior centro ( Fordlândia) ao resto do estado, além de ser a principal via de escoamento de toda a produção da região. Argumentou, ainda, que a mesma não recebe manutenção a mais de 2 anos e com a aproximação do inverno e o conseqüente período de chuvas certamente os moradores e usuários da estrada sofreram bastante. Antes mesmo das chuvas chegarem a estrada já está  em péssimas condições de trafegabilidade, com buracos por toda sua extensão, pontes danificadas e principalmente a falta de cascalho nos trechos mais críticos. Aloizio afirma que mora a mais de 8 anos na região e nunca viu um serviço descente e bem feito na transfordlândia.
Em reunião com o prefeito de Aveiro no último dia  25 de outubro, Aloizio cobrou providências e atendimento ao seu requerimento aprovado pela Câmara Municipal quanto a recuperação da transfordlândia. Para a decepção do Vereador e de milhares de pessoas como agricultores, pais e mães de família, alunos  e até mesmo turistas que visitam nosso município o senhor Prefeito informou que não vai recuperar um só km  da estrada transfordlândia, transferindo a obrigação para o governo estadual.   Entendo que este tipo de atitude não vai contribuir para o crescimento e desenvolvimento da região e que o prefeito por não residir e não conhecer a realidade e as dificuldades da região deveria repensar sua decisão de não querer ajudar a população que o elegeu finalizou o vereador Aloizio.