segunda-feira, 31 de dezembro de 2012

Transporte Santarém - Itaituba: passageiros são humilhados por donos de embarcações

Em datas comemorativas e feriados dezenas de passageiros são impedidos de viajar nos por falta de vagas.

Durante todo o ano é a mesma coisa e ninguém consegue resolver a situação. Nem os donos de embarcações e muito menos a Agência de Regulação e Controle de Serviço Público do Pará (Arcon). Denúncias e reclamações foram feitas junto ao respectivo órgão e o Ministério Público Estadual, audiências públicas foram realizadas por câmaras de vereadores e nada de solução. O certo é que os passageiros que viajam para os chamados portos intermediários como Aveiro, Fordlândia, Brasília Legal e  Barreiras são submetidos aos mais diversos tipos de humilhações que vão desde a falta de vagas, viajar em pé até comprar passagens direto para o destino final das embarcações (Santarém ou Itatuba) e desembarcar nos portos intermediários.

Direitos e obrigações do usuário:
Clique na imagem para ampliar
É público e notório que a Arcon não fiscaliza as irregularidades cometidas pelos donos de embarcações quanto a prestação de serviços. Prova disso é que um dos direitos  do usuário, comprar a sua passagem com antecedência mínima de até 7 dias, não é respeitado. A passagem é vendida somente no dia da viagem e se não tiver vagas o passageiro fica impedido de viajar.

A venda de passagem antecipada, principalmente em datas comemorativas e feriados, certamente é uma forma de solucionar o problema, mas acontece que os donos de embarcações estabelecem suas próprias regras determinando que o número de embarcações que viajam por dia e o número de passagens destinadas aos portos intermediários. No trecho entre Santarém-Itaituba somente uma embarcação é autorizada a fazer a viagem diariamente, não importanto se é uma data normal, comemorativa ou feriado.
Sebastião  permita -me fazer:
Comentário do Editor. Lúcio Costa.
Um dos meios de transporte de passageiros STM/ITB
  Acredito que a situação dos passageiros intermediarios que sofrem humilhações e constrangimentos na hora de comprar passagem com destino as comunidades por você citadas, também os direitos as pessoas aposentadas e deficientes que  nunca  são respeitados,sempre dizem que já esta reservada e quando se ver nenhuma dessas pessoas se encntra dentro da embarcação  ou lancha com direito ao passe livre.
A questão maior é que ninguém ver um funcionário da ARCON, fazendo o seu trabalho de fiscalizar as embarcações.
É um absurdo pagar R$ 80, e poucos reais com passagem de Santarém e Itaituba, enquanto deixam a garrafa de café azedo para as pessoas se servirem e antes se oferecia um lanche bolacha com refrigerante e agora nem bolacha petbom e nem nada,se não bastasse essa humilhação em conseguir passagem para Aveiro e demais portos intermediarios. Seu Hilário Coimbra meu amigo, por favor pelo menos sirva aos passageiros merenda.
Outra questão Sebastião que nas embarcações,que eu não posso afirmar que são em todas, mais, eu já presenciei donos de embarcação gritar com passageiros para descer da sua embarcação,como esses passageiros fossem animais,que tivessem mais cuidado e respeito com as pessoas independente idosos,deficientes ou não.
 Também recebemos reclamações que se ele poderem vender todas as passagem para Itaituba direto para STM o nossos intermediarios ficam chupando o dedo no trapache. Além de ser cara as passagens observa-se o passageiro quiser jantar, ele tem que pagar $ 8, à 10,00 por prato,você imagina quando barcos pé douros chegam em Itaituba 13:00 hs quem tiver dinheiro não passa fome.
Mais uma das reclamações, além das passagem subirem de preços, os barcos saem mais sedo de Santarém às 16:00hs e chegam mais tarde em Itaituba por volta 13:00hs.Dizem porque diminui a velocidade do barco se economiza óleo e ganha-se mais dinheiro, antes saiam de stm/itb as 18:00 hs, e chegavam as 05 e 07:00 hs em itb,e agora que sai mais sedo chegam mais tarde. Acreditem vai chegar o ponto da passagem subir para 100, e saírem de santarém às 12:00 e chegar em Itaituba 14:00hs do outro dia,para o passegeiro comprar almoço e janta duas vezes.

Podem pensar nessa hipotes. É preciso que os donos dessa lanchas,capitania,Arcon e Ministéri Público garanta os direitos de quém paga para viajar,passageiro é patrão e não empregados.Pois,hoje o valor nas lanchas custa R$ 80,00  reais a passagem,comprando merenda o valor ultrapasse os R$100,00 reais. Garimpo hoje é navegar no rio tapajós.,mais para isso tem que encarar um cartel.


sexta-feira, 28 de dezembro de 2012

FALTANDO TRÊS DIAS PARA FIM DO MANDATO DO VEREADOR RUBEMIR ELE É CASSADO.



Raimundo Cardoso


Edivanildo Xavier Nunes

Vereador Alozio Flávio de Sousa

Conceição Fernandes     Lauriney Moura     Maria da Fé  Santiago
PRESIDENTE DA CÂMARA CASSADO POR .NÃO TER PRESTADO CONTAS DA SUA ADMINISTRAÇÃO.
 Em sessão extra-ordinária no salão da câmara municipal do dia 28 de dezembro que marcou a despedida dos seis vereadores,a atual presidente a vereadora Lauriney Silva Moura, solitou  a sessão para aprovação da LDO  A  lei de Diretrizes  Orçamentárias e também para a cassação do presidente afastado Rubemir Pereira dos Santos do ( PSDB).
A comissão parlamentar de inquérito CPI que teve como presidente Raimundo Cardoso ,relator Edivanildo Xavier Nunes , membro Maria da Conceição Santiago Fernandes, que encontrou provas de inregularidades e uma das inregularidade é a falta de prestação de contas do seu exercicio a frente do poder legislativo.
A vereadora Maria Concy falou que o presidente deixou de pagar correto os vereadores como manda a lei e de cada vereador ele deixou de repassar mensalmente valor de R$ 400,00 e feito a somatória desses valores não repassados aos vereadores o valor chega a mais de R$ 100.00 mil reais e por essa e outras inregularidades foi aprovado o pedido de afastamento  do presidente Rubemir Pereira.
Em continuação a vereadora falou que nesta sessão foi   aprovado  por seis veradores a zero  o pedido de cassação  do presidente  afastado e com amaioria dos vereaodores  Rubemir Pereira dos Santos foi cassado por maioria de votos. Agora  a atual presidente Lauriney da Silva Moura e advogado  contratado da Câmara Municipal dará entrada no Ministério Público Eleitoral,informando da decisão do poder legislativo .
Com essa decisão da maioria dos vereadores Rubemir Pereira dos Santos apesar de diplomado vereador para a proxima legislatura corre risco de perder o lugar para o suplente Raimundo Menezes do PSDB, já que a presidente solicitou do presidente Regional a expulsão do vereador Rubemir Santos. 
Para finalizar não foi aprovado o novo salário dos vereadores,prefeito ,vice-prefeito e secretários ,porque o vereador hoje cassado Rubemir engavetou o documento e que nem pela mesa passou para ser  apreciada pelo edis. E com isso somente agora que foi ventilado aprovação dos salários:Prefeito R$ 11.000, e poucos reais vice-prefeito R$ 8.000, Secretários R$ 4.500,00 e vereadores R$ 6.000, mil reais. Essa foi a razão de não ser aprovado nesta sessão. 


                                           POSSE DO NOVO PREFEITO DE AVEIRO 2013 À 2016

VICE-PREFEITO LUCIANO NASCIMENTO

Dia 1ª de janeiro a posse do novo prefeito de Aveiro Olinaldo da Silva Barbosa(PSC) e do vice-prefeito Luciano de Sousa Nascimento( PMDB) os novos vereadores eleitos, a cerimonia esta marcada para a sede do Conceição Esporte Clube às 18:00 hs.
A esperança do povo aveirense é as atitudes em prol da popualçao do novo prefeito,já que ele e a sua equipe de governo encontrará dificuldades haja vista o rombo deixado pelo atual prefeito Ranilson e seus antecessores . Fuzica já solitou auditoria para verificar o tamanho do buraco herdado em sua administração e com isso responsabilizar os inresponsáveis pelo tamanha falta de responsabilidade com o dinheiro público.