quarta-feira, 9 de outubro de 2013







                            ASSASSINADO NO RIO CUPARI DEIXA MORADORES REVOLTADOS.

vitima PEDRO PARINTINS MARQUES
 
POPULARES AGUARDANDO A CHEGADA DA VITIMA NO PORTO DA CIDADE.


BARQUINHO QUE CONDUZIU A VITIMA NA CANOA QUE FOI ASSASSINADO.
 No inicio da tarde do dia 08 de outubro de 2013, foi vitima se covardia o cidadão Pedro Parintins Marques, 52 anos, pescador artesanal,  separado da esposa e 5 filhos atualmente vivia sozinho  mais na sua atividade da pesca na região do Cupari.
O acusado é   Patrício de Oliveira de Araújo, conhecido na cidade de Aveiro por  (Caleb), aproximadamente 38 anos,  que sem pena e nem piedade matou com um tiro de espingarda calibre  20,  segundo laudo pericial do médico Jhon Gonzales. A vitima não teve chance de reagir e muito menos de se defender, a vitima  recebeu o tiro covardemente por traz bem próximo a nuca.
Pedro do Juvelino como era conhecido, quando pescava costumava pescar na região do rio cupari por que é local que na sua linguagem é lugar de muitos lagos e que dá peixes grande como tambaqui e grandes pirarucu. Pedro Parintins tinha muitos amigos e nunca inimigos
A nossa reportagem colheu algumas informações na chegada do  corpo a cidade e as informações é que o fato aconteceu na manhã do dia 07 de Outubro, por volta de 10:00 hs da manhã, pois, moradores ouviram um tiro, mais ninguém foi olhar, para ver o que tinha acontecido.
Relatos do senhor  Vicente  Nobre, é só foi descoberto por que um menino viu o acusado empurrar a canoa da vitima par o gapó, mais o menino não viu se tinha alguém dentro da canoa.
Sr. Vicente disse que o acusado esteve na casa do assassino quando este perguntou” Pedro não veio almoçar hoje”, mais o menino não lembrava que ele virá o Caleb empurrar a cano da vitima para o mato.
A noite o dito cidadão aparece na casa do senhor Vicente e diz” rapas o homem nem jantar ele veio hoje, ele tá bem´pescando” Foi após acusado sair em direção a sua casa, o menino falou que tinha visto Caleb empurrar a canoa do Pedro para dentro do igapó.
Pela parte da manhã foram procurar e realmente encontraram Pedro estirado dentro da canoa com muito sangue derramado e sem vida. Sr. Vicente foi ate a DEPOL, para informa a policia que tinham encontrado Pedro Parintins Marques dentro da sua canoa com um tiro de espingarda e que o acusado era Caleb.
Em conversa com o Cabo PM Ronaldo, que esteve no local em diligencia ainda chegou ver o acusado em deseperada carreira no rumo do rio cupari, o mesmo estava de posse da espingarda, que ao correr jogou a espngarda e se atirou dentro d’água e desapareceu dentro do igapó feio. A espingarda foi apreendida e trazida para delegacia que se encontra a disposição da justiça.
Pedro Parintins Marques, foi enterrado ainda na parte da noite já que ele tinha sido assassinado  mais de 24 horas , os familiares e sobrinhos não tiveram tempo de velar o corpo direito. A ex esposa e os cinco filhos que moram em paraopebas  não viram mais o seu pai com vida. A única irmã Maria Parintins Marques, que mora em Santarém, ainda pode acompanhar o enterro por volta de 19:45 minutos no cemitério local da cidade de Aveiro.