quarta-feira, 8 de maio de 2013

 
                                Couto defende ação policial no DetranO senador Mário Couto (PSDB-PA) emitiu votos de congratulações ao governador do Pará, Simão Jatene, e ao diretor-presidente do Detran-PA, Walter Pena, pelo total apoio que prestaram à Operação "Blitz" da Polícia Civil no Pará, que, juntamente com o Ministério Público e o Judiciário, desbaratou uma quadrilha que fraudava a emissão da Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

Até ontem 36 pessoas - dos quais 30 são servidores efetivos do Detran - já haviam sido detidas. No total, serão cumpridos na operação 69 pedidos de prisão preventiva e 86 mandados de busca e apreensão em 18 municípios paraenses e ainda no Estado do Amazonas. "Nós não precisamos de Polícia Federal para mandar os corruptos e bandidos para a cadeia. O Governo do Pará faz! A Polícia do Pará faz! O Governo do PSDB faz! Manda para a cadeia!", ressaltou Mário Couto, ao se pronunciar na tarde desta quarta-feira, 8.

O senador pediu voto de congratulações também ao secretário de Estado de Segurança Pública, 
Luiz Fernandes Rocha, e ao Delegado Geral de Polícia Civil do Pará, Rilmar Firmino, que há mais de um ano vinha investigando as ações da quadrilha, que cobrava entre R$ 1,2 mil e R$ 4 mil por cada CNH fraudada. "Eu vejo determinados atos de governadores que merecem aplausos, por exemplo, o ato do governador do Estado do Pará – graças a Deus do meu Estado, e felizmente do meu partido – em prender ontem mais de 36 pessoas que vendiam carteira de habilitação no Detran. Vejo com empolgação essa atitude", elogiou Couto.

Para o parlamentar, esse tipo de operação demonstra claramente o interesse do Governo do Pará de fazer uma "limpeza geral" nos órgãos sob o seu comando, num combate "ferrenho" à corrupção. Exemplo que, na avaliação do senador tucano, deveria ser seguido pela presidente Dilma Rousseff. " Ah, se o Governo Federal seguisse esse exemplo, a Pátria mudava. Não haveria, nesta pátria, poderosos que ficaram poderosos com o dinheiro público e que andam nos corredores, andam livremente neste País, enquanto o ladrão de galinha está preso", comparou.

Mário Couto aproveitou o momento para, mais uma vez, apelar novamente ao presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Joaquim Barbosa, para que julgue de imediato os processos sobre o desvio de verbas da Superintendência do Desenvolvimento da Amazônia (Sudam), no qual o senador Jader Barbalho (PMDB-PA) consta como reu. E mais: para que coloque na cadeia os condenados pelo chamado "mensalão".

"Presidente Joaquim Barbosa, V. Exª que foi elogiado por todos os brasileiros na conduta do mensalão, ponha-os na cadeia! A tarefa só termina quando eles estiverem na cadeia!
Meu querido Joaquim Barbosa, julgue, mande para julgamento os processos da Sudam. Eu quero ver esses que enriqueceram à base do desenvolvimento da Amazônia e do meu Estado, aqueles que lesaram o meu Estado, aqueles que levaram o dinheiro que era para o desenvolvimento do meu Estado têm de ir para a cadeia", disse Couto.