terça-feira, 23 de abril de 2013



PREFEITURA DE AVEIRO DISPUTADA NO VOTO E NA JUSTIÇA.

Mas uma vez,  estamos próximo de assistir a novela “Vale a Pena Ver de Novo”,  as brigas mais uma vez, se estenderá na Justiça Eleitoral, dessa vez, o ex-prefeito Ranilson Araújo do Prado  através de seus advogados adentraram com processo para cassar o prefeito Olinaldo Barbosa da Silva, o vereador Rubemir Pereira.
Tantos problemas assolam o município, pois, diante das mazelas, da falta de respeito com dinheiro público, ainda existem pessoas que buscam apenas se beneficiarem financeiramente e esquecem que o povo é penalizado pela falta de compromisso de governar para o povo e não para meia dúzia de pessoas.
Acreditamos que o eleitor consciente, aquele que quer o bem do município de Aveiro, hoje, se sente envergonhado de ver mais uma vez o nome de Aveiro, nos principais noticiários da imprensa do Brasil, e como à cidade que é intitulada a cidade da fofoca e bronqueadas com a penas brigas pela posse do poder do dinheiro.
A onde esta a justiça, que não busca penalizar gestores que deixaram o município num total caos do abandono e descaso com o povo aveirense, ficando para traz um povo endividado, com o nome sujo nos principais órgãos SERASA e outros, como também deixando o município de Aveiro engessado sem poder receber recursos federais. Isso é uma pena, ver, ouvir e tomar conhecimento que se aproxima mais uma tempestade política no município de Aveiro.
Existe a possibilidade de haver  outra eleição no município de Aveiro, caso a justiça venha acatar e julgar o processo é claro se for comprovado  abuso de poder econômico e justiça julgar improcedente o pedido de inelegibilidade. Com certeza mais dinheiro será gasto com advogados e a justiça, enquanto o povo sofrerá  mais uma vez, as amarguras dos irresponsáveis  por essas brigas , que só fazem o povo se desgostar de Aveiro, pois, o povo não  acreditar que a justiça  existe em Aveiro.
Agora, a sorte esta lançada, enquanto muitos ainda são beneficiados com o dinheiro de Aveiro, continuam usufruindo o dinheiro público, enquanto funcionários amargam seus nomes no SERASA. Os irresponsáveis por essas mazelas continuam zombando a justiça porque é cega, muda. Porque será? Vamos ver até a onde vamos parar com essa onda de cassação de prefeito. “Agora, que atire a primeira pedra quem não comprou votos no município de Aveiro”
Agora, se houvesse uma investigação pelo Ministério Público Eleitoral, após as eleições, com certeza, muitos politiqueiros, investidores da política perderiam seus investimentos e todos estariam na cadeia. Agora, coitados daquele eleitor que vende voto no dia da eleição. Tem gente torcendo que volte as brigas, porque os advogados ganharam dinheiros que poderia muito bem servir para pagar os funcionários e realizar alguns benefícios para o povo carente do município de Aveiro. Ai esta mais uma tempestade se aproximando agora da cabeça do atual prefeito.