sábado, 12 de novembro de 2011

FUNCIONÁRIOS REVOLTADOS COM NOMES NO SERASA.

PREFEITO, TIRE O NOSSO NOME DO SERASA

Recebemos em nossa redação alguns funcionários que hoje não tem medo de “represálias” em reclamar seus direitos. A revolta  porque uma estimativa de mais 600 funcionários, hoje possuem empréstimos consignados com a Caixa Econômica Federal, a onde a Prefeitura Municipal de Aveiro ficou responsável para descontar em folha e depois repassar para gerência da  Caixa.
Segundo um dos os funcionários da PMA de Aveiro, eles não sabem o porquê não repassaram os valores do empréstimo, haja vista, o tesoureiro descontar as prestações nos contra chegues. Alguns já estão com três meses devendo o banco, sendo que chegou duas cartas do SERESA, confirmando a dívida do empregado  com a caixa e também o nome inserido no SERASA.
Um dos funcionários revoltado falou “É muito revoltante descontar em nossos contra-cheques e a prefeitura não repassar, o pior é saber que parece que estamos regredindo para voltar nos tempos em que os funcionários desta prefeitura passou 1 ano  e 4 meses sem receber e muitos ficaram inadimplente com os comércios e lojas, esperamos que o senhor  prefeito Ranilson, possa pagar essa dívida e a caixa tirar os nossos nomes de lá”.
Em conversa com a nossa reportagem o vereador Aloízio Flávio, disse que procurou o secretário André Paxiuba, a onde ele levou a reclamação de vários funcionários da falta de pagamento dos consignados a Caixa Econômica Federal. Resposta do Séc. de Administração André é que o prefeito já tinha depositado os valores correspondente as parcelas dos empréstimos funcionários e que precisava de pelo menos de três ( 3 ) à quatro dias (4) dias, para poder aparecer no sistema da caixa e também no SERASA.
  Perguntamos do vereador com relação os descontos nos contra - cheques como consta e os nomes dos funcionários no SERASA, a onde uma senhora que segundo o vereador ela quase chorando sofreu prejuízos porque ela foi fazer uma compra e não poderia  realizar porque o nome da funcionária estava sujo.” Ele falou que vai solicitar da Presidência da Câmara Municipal, que o prefeito possa se explicar os motivos e também saber o que foi feito com dinheiro dos meses descontados em contra – cheques e a onde ele foi parar . Porque mesmo pagando, agora ele tem que se explicar os valores que deixou de repassar a caixa, a final de contas ouve crime até para se abrir processo administrativo contra o gestor” finalizou.
 Mas todos devem ter conhecimento  do que aconteceu quando nos descobrimos a falsa medica , até porque a falsa médica, que fez de cobaia as pessoas que foram consultadas  e que poderia ter causado danos a saúde do povo nada sofreu, a  falsa médica foi embora porque era procurada da justiça por ter cometido exercício ilegal da medicina. Todos conhece situação o mentiroso foi acabou sendo o repórter, justamente para escaparem da punição os responsáveis pela contratação da falsa médica.