terça-feira, 26 de julho de 2011

NÃO SOU POLITICO,SOU REPÓRTER ACREDITE SE QUISER.

O que tenho lido nas matérias divulgadas em dois blogs, na qual o prefeito não acredita que Ana Lúcia Florêncio da Silva Simões, ela não seja medica. Veja bem, ou não sabem ler um processo, ou estão cegos. Uma vez, que está no meu blog o processo completo, assim como os art. e incisos e suas penalidades e acima de tudo condenada pela Justiça Federal da Paraíba. 
Eu, não inventei  um processo apenas com intuito de desagradar o prefeito. Muito pelo contrário, fiquei com dó das pessoas que estavam sendo consultadas por essa mulher. Que chame a Justiça Federal da Paraíba, de mentirosa. Se todos os leitores tiverem tempo de ler, que veja no trecho, a onde ela ré confessa dos atos de falsificação do Diploma,ainda com o nome errado do reitor lá de Minas Gerais.
Ana Lúcia conseguiu enganar o Conselho Federal de Medicina, quando a mesma deu entrada com seu certificado falso e conseguiu com que o CONSELHO deferisse  e dando um CRM para ela trabalhar, que logo em seguida foi descoberto a falsidade da documentação e posterior Cancelado pelo mesmo Conselho.
Não querer admitir o erro cometido pela atual administração é muita falta de respeito com a população. Duvidar da denuncia por que este repórter não concorda com as aberrações da atual administração, não significa que estou preocupado com prefeito. Estou preocupado com povo, porque também sou o povo,eu pago meus impostos 
Dizem que solicitaram todos os documentos necessários para a sua contratação, mais se esqueceram de pedir o nada consta, porque talvez a facilidade do preço de R$ 12.000,00 (Doze mil reais), fez com que nada poderia fazer ou impedir de contratá-la. Todos sabem que a maiorias dos médicos querem e pedem mais de R$ 25.000,00 (Vinte cinco mil reais).
Quero explicar, que consultando profissional de medicina, a falta de pagamento da anuidade não dar cancelamento, e sim se contrai dividas com a Entidade dos médicos. Neste caso o cancelamento se deu porque como ela mesma ré confessa, condenada em 2008, que falsificou de próprio punho certificado de conclusão de bacharelado de medicina realizado em Minas Gerais. Ana Lúcia nem chegou a ser aluna da universidade. Portanto, gostaria que o prefeito senhor Ranilson Araújo do Prado, tenha a hombridade de denunciar ao Ministério Público,e mostre a imprensa o documento protocolado de que  ele  fez a denuncia contra a “medica” por pratica ilegal da medicina conforme consta no processo de Ana Lúcia Florêncio da Silva Simões.
Se a noticia na é verdadeira, que o prefeito mostre a imprensa, inclusive pra mim que não paga meu blog, para sair mentiras, como paga outros blogs que de todas as formas tentam esconder as mentiras e aberrações. Deixa de pagar essas sanguessugas pra ver. Às vezes me envergonho de certos "profissionais",que se dizem escrever a verdade,escrever a sinceridade e ter credibilidade. Mentira, o dinheiro dessas prefeituras são os cala bocas desses 2% de sanguessugas. O resto são profissionais preocupados com a desigualdade social.