sábado, 28 de maio de 2011

PREFEITO DE AVEIRO MANDA FAZER CONTRATO COM JORNAL PARA AMORDAÇAR LÚCIO COSTA.

O prefeito de Aveiro, não suportando esse repórter escrever a verdade, resolveu mandar o capacho  dele, um cidadão que levou o Norte Clube, a onde esse mesmo cidadão deixou o clube em situação lamentável .Hoje se diz Secretário de Esporte de Ranilson, a onde outras pessoas desempenham a sua função no esporte, porque ele nem  lá ele não aparece. A sua vida é viajar para Santarém. A credito que todos conhecem de nome João Evangelista, para ele fazer um contrato com o jornal, para cortar a matéria, da acusação do roubo do carro de Itaituba, a onde ele suposta mente poderá está envolvido segundo noticiários de alguma TV de Itaituba, a sua ligação com o roubo do carro. Não sou eu quem estou acusando é as noticias dos blogs e jornais. Porque prefeito tenta calar a imprensa, sabendo que o ponto fraco de muitos é o dinheiro. O dinheiro ele ajuda em certas coisas,  mais ele não é tudo. Exemplo, a dignidade de uma pessoa ele nunca poderá comprar.
Este prefeito, teve audácia de telefonar para o donos do JSBA, dizendo que já tinha assinado e de agora em diante não  poderá mais sair nada contra a sua administração. Agora, as informações  da  prefeitura elas vem em formas de  flores, maravilhas de mentiras cabeludas,pois,  o povo da cidade ninguém engana,mais de outras cidades poderá enganar as pessoas,  por ver  os chifres em cabeça de cavalos. Mas,veiculem mas sem a minha assinatura.
Não fui demitido,estou me demitindo por não concordar em escrever lorotas, já que tenho maior respeito com meus leitores, que estão habituados a ler as matérias verdadeiras nos finais de semana. Não aceitei ser Assessor de Imprensa desse cidadão,porque Deus, escreve certos por linhas tortas. Como cidadão de bem, não vivo nadando em dinheiro, mais não suporto ser amordaçado simplesmente para satisfazer meia dúzia de pessoas, que querem viver mamando na teta da vaca enquanto milhares de pessoas não podem se defender em buscar os seus direitos.
Aconteceu no governo anterior, quando participei por treze anos do Jornal O Impacto, lá fizeram a mesma coisa, fizeram contato e eu sair de livre espontânea vontade, porque não concordei escrever mentiras e esconder a verdade de um povo, que vem há muitos anos, massacrados por pessoas, que nunca deveriam administrar a prefeitura de Aveiro. A prefeita que conseguiu fazer contrato para mim tirar hoje, se encontra inelegível, cassada,fora do poder e o jornal perdeu seu representante na cidade de Aveiro. Certos donos de jornais, usam a  pressão da denuncias para poder o prefeito fazer um contrato e ele para se escrever contra aquela administração. Coisa que não é o meu caso, se vivo dos jornais que vendo, vendo a verdade doa a quem doer. Não sou contra os jornais fazerem contrato para divulgar as suas ações, mais que cada uma criasse dentro dos seus jornais um informativo das prefeitura. Isso seria normal, mais que os direitos do povo fosse respeitados,pois, os jornais são vendido por que existem as noticias sejam elas, pingando sangue até feliz aniversário. 
Que pena, que algumas pessoas pensem que o mundo foi feito somente para os espertos, pois, as suas esperteza tem seus preços redobrados. Não estou lamentando,porque não poderei aceitar a conviver na pagina que eu acertei a escrever, que era cedido a minhas matérias no Jornal de Santarém e Baixo Amazonas, escrever mentiras do prefeito atual. Mostre, a realidade está com medo do quê, se ele  já vai sair.
Digo e repito não me acovardarei, diante do dinheiro que poderia ser revestido nas pessoas pobres desse município. Não calarei diante de tantas aberrações. Se por ventura ganhar a eleição, mostre com a verdade e a honestidade de um governo transparente, que eu sou capaz de escrever  a verdade sem que me pague um centavo. Agora, preste conta de todo o dinheiro que entra, mais de 3 milhões por mês,  para dizer para o povo quanto é gasto e em que é gasto. Tapar o sol com a peneira, soltar fogos não engana mais o besta não. 
Faça bom proveito que era a minha pagina, no JSBA. mais não colocarei o meu nome na lama. A cima de tudo, tenho um nome a zelar dentro desse município, goste de mim quem gostar. Eu sou verdadeiro e tenho palavra. Para este governo não colocarei a minha dignidade a ser um ponto de interrogação. Só gostaria de que alguém dono de jornal pudesse me respeitar como jornalista que sou a 32 anos. Sou pobre, eu não nado em dinheiro sujo, mais tenho aquilo que eu consigo com minha honestidade, da mesma forma, não me sinto bem tirando aquilo que dos outros. "Não me calarei diante das mentiras, mais posso me calar diante da verdade". Ranilson, um  prefeito  pode calar a imprensa realizando trabalhos, colocando transparência com o dinheiro público e não calar a imprensa com dinheiro,para esconder a sujeira em baixo dos tapetes.Depois, que terminar o contrato com esse governo, se o dono me aceitar de volta, ai agente poderá conversar.