sábado, 10 de novembro de 2012



                  PROMOTOR DE JUSTIÇA DR. ANTONIO MANOEL QUEM FEZ O PEDIDO DE AFASTAMENTO
 
                               Dra. Juiza Vanessa Ramos Couto. a catou pedido e decidiu afasta-lo
                                         PREFEITO AFASTADO RANILSON DO PRADO

Processo de nº 0000794-10.2012.8.14.1465

Ranilson Araújo do Prado não é mais gestor do município de Aveiro. Ele foi afastado do cargo por determinação da juíza Vanessa Ramos Couto, nesta sexta-feira (9) de novembro 2012. Um oficial de Justiça passou o dia inteiro a procura de Ranilson para notificá-lo.

A Justiça acatou a ação do Ministério Público Estadual, que denunciou o gestor municipal por improbidade administrativa, entre outras irregularidades. Da mesma forma o gestor municipal também desrespeitou as recomendações do Minitério Público com relação a regularização do pagamento dos funcionários públicos e também a regularização dos consignados.

Com o afastamento de Ranilson, quem deverá assumir a Prefeitura de Aveiro é o vereador Rubemir Pereira dos Santos, atual presidente da Câmara, que por lei fará o pagamento dos funcionários. Na ausência do atual presidente do legislativo Lauriney Moura assumirá a PRESIDENDENCIA DA CÂMARA MUNICIPAL.

Ele deixou de pagar o salário dos servidores públicos municipais, servidores contratados e comercio local e em outras cidades. Além disso, o prefeito responde quatro processos por ato de improbidade administrativa na Justiça Federal. Segundo informações do presidente do Conselho do FUNDEB, ele responderá por falta das prestações de contas da Saúde e do FUNDEB.

No último dia 26, o Ministério Público Estadual (MPE), através do promotor Antonio Manoel Cardoso Dias, impetrou uma ação civil pública com pedido de tutela antecipada contra Ranilson Prado e solicitando também o bloqueio das verbas da Prefeitura para pagamento dos salários atrasados dos servidores municipais.

Ranilson do Prado viajou ontem para Belém para ver através dos seus advogados impetrarem  pedido de liminar para tentar voltar ao poder até 31 de dezembro a onde passará o cargo ao prefeito eleito em 07 de outubro 2012 Olinaldo Barbosa Fuzica.
DO EDITOR