domingo, 27 de março de 2011

MORADOR DO BAIRRO DA CIDADE NOVA RECLAMA A FALTA DE APOIO DA PMA DE AVEIRO.

FAMÍLIAS VIVEM NO ALAGADO AINDA DOENTES
QUINTAIS ALAGADOS NA CIDADE NOVA.





A nossa reportagem,foi chamada por moradores da cidade Nova. As sua reclamações é sobre a falta de apoio para resolver a situação de duas famílias,que estão com dificuldades para sair de casa,fazer seus trabalhos. O motivo é que com as chuvas constantes nesse período de inverno,a situação desse moradores fica muito difícil,já que duas famílias estão prejudicadas,haja vista,os homens da prefeitura ter aberto uma vala que está ajudando a alagar as duas casas. Para piorar,a família estão todos doentes,sem saber para quem apelar.O jeito é ficar sofrendo,porque nem Agente de Saúde,não vem visitar.Água para consumo e aquela que não tem tratamento,que é retirada do poço. Como todos vão perceber através das fotos a nossa situação,disse o morador prejudicado. Ele espera que alguém olhe por eles,não é a penas quando é para pedir votos,que os candidatos se aproximam. A vez é agora. vejam a minha situação falou o morador NILSON.










COMUNITÁRIO RECLAMAM A FALTA DE APOIO DA PREFEITURA MUNICIPAL.
Infelizmente as coisas são dessa forma.O povo almeja mudanças e o as coisas apioram cada vez mais. Mais uma vez a nossa reportagem é chamada para ver e registarar a situaçao de um povo,que estão sofrendo com águas em seus quintais,lama por todos os lados. Na rua Major Teotonio Vilela,podemos verificar a situação dos fatos,que,as pessoas vivem da forma que vivem porque nunca foram previlégiado com uma moradia decente e um lugar feito saneamento baisco,sanitários de forças e uma rua boa para trafegar e poder ter o direito de ir e vim. Os maradores,que faziam trabalhos que deveria ser dos funcionários da Séc. de Obras,para poder amenizar a situação daqueles pessoas. Pensando bem,ninguém sabe aquém se dirigir na Prefeitura. Ives de ficar gastando caixas e caixas de pistolas,para chamar atenção das pessoas,ninguem sabe para mostrar o quê. Segundo moradores,até cobras ja mataram, naquele local,cobras pençonhentas e perigosas. Por esse motivo,os moradores proximos as casas,fizeram um multirão,para alimpar e matar as obras. Essa foi atitude dos moradores,para amenizar a situação. Ainda falando dessa situação,eles foram obrigados a fazer uma vala para água poder escorrer e até lixo,como podem observar nessa materia a quantidade de lixo,que outros moradores acabam jogando. Essa é situação de festas,pistolas,comemorações,de que não vive a realidade desses moradores,que têm que conviver com lixo,lama e cobras. Não posso esconder a realidade dos fa