segunda-feira, 24 de janeiro de 2011

VERÃO 2010 DEIXOU MUITAS COMUNIDADES ISOLADAS DA CIDADE DE AVEIRO.

A população ribeirinha sofre nas duas estações. Exemplos temos o verão de 2010,que deixou várias comunidades do município de Aveiro,andando várias horas a pés,pois,a única maneira de chegar na cidade é de canoa e através de bajaras,porque outro meio de transporte não existe. A nossa reportagem e viu de perto o sofrimento das pessoas que residem nas áreas criticas do período da seca. Muitas pessoas chegavam diariamente até nós,pedindo ajuda através do meu programa "Fala Sério",que Lúcio Costa apresenta de segunda á sexta-feira das 08:05 da manhã até às 10:00 hs. Iniciamos uma ideia,que seria uma das  alternativa ao poder público, para amenizar o sofrimento dessas pessoas,que clamam pelo Amor de Deus,que alguém faça alguma coisa pela aquela gente. Observando ser do mesmo lado quase todas as comunidades atingidas pela seca,qual isola praticamente da cidade,demos a ideia e também fazer uma pergunta,porque não abre estrada até a última comunidade,para que esses moradores tenham meios para se deslocar até a cidade de Aveiro. Foi ai que o poder público se manifestou e se deslocou de avião para ver através de GPS,o que se poderia fazer para abrir uma estrada o Então prefeito interino Manoel Pereira de Oliveira,se interessou e fez contacto com os órgão que detém poderes para liberar a abertura de uma estrada de Santa-Cruz a comunidade de Cametá. Foi convidado os presidentes das comunidades interessadas,gostaram da ideia e aprovaram se comprometendo todos os presidentes em ajudar fazendo os picos e deixando para empresa já tudo mastigado para iniciar e completar os serviços. Devido as brigas políticas,nada mais se ouviu falar da abertura da estada.Porque o gestor que aproveitou  ideia,não tinha tempo para realizar esse sonho,que permanece na cabeça dos comunitários. Estaremos juntos pedindo,implorando para que esse sonho se torne realidade já.